Tipos de lesão muscular - Dra. Ana Motta e Equipe

Siga-nos

Tipos de lesão muscular

Sentir a famosa fisgada durante a prática de atividades físicas é sinal de alerta, pois alguns tipos de lesão podem limitar o indivíduo.

 

Essa fisgada muscular, sentida durante a prática de atividades físicas, nada mais é do que uma lesão muscular, que faz com que o paciente apresente dor em diferentes níveis e causa limitação dos movimentos.

 

Para o nosso corpo se movimentar são necessárias duas ações do músculo: a ação de contração e a de relaxamento, as quais formam o ciclo de contração muscular voluntária. Esses movimentos são fundamentais para que a prática esportiva aconteça. Quando ocorre uma solicitação da contração do músculo, que vai além da sua capacidade fisiológica, ocorre a chamada lesão de sobrecarga e, portanto, o músculo se machuca. Os diferentes tipos de lesão são determinados pelo estado em que o músculo se encontra no momento da sobrecarga, seja relaxado ou contraído. Eles podem ser definidos como: Contratura, Estiramento ou Distenção Muscular.

 

Imagem: Shutterstock

 

Contratura Muscular:

Ocorre quando um músculo se contrai de forma, excessivamente, mais forte que o normal e permanece contraído, sem passar para a fase do relaxamento, ocasionando um processo inflamatório em demasia. A dor pode ser muito intensa e gerar uma incapacidade funcional, podendo até prejudicar as fibras musculares.

 

(A única diferença entre o estiramento e a distensão muscular é o local onde ocorre a lesão. No caso do estiramento, o local da lesão são as fibras musculares vermelhas, basicamente no meio do músculo. Já no caso da distensão o local da lesão é o tendão ou a junção músculo-tendínea, que é exatamente o local onde o tendão e o músculo se unem, próximo da articulação).

Estiramento:

Ocorre por alongamento excessivo ou trauma direto no ventre muscular.

 

Distenção:

A distenção ocorre na mesma situação do estiramento, quando o músculo sofre uma sobrecarga em demasia durante sua fase de relaxamento, as lesões das fibras acontecem em maior grau e com possibilidades de rupturas dos vasos sanguíneos, dependendo do tamanho da lesão. O local da distenção é o tendão ou a junção músculo-tendínea, o que é exatamente o local onde o tendão e o músculo se unem, próximo da articulação.

 

Por possuírem um processo inflamatório muito semelhante, nem sempre é possível diferenciar clinicamente uma contratura de um estiramento ou distenção – exceto as de maior grau – mesmo com aparelhos sofisticados, pois independente da causa, qualquer uma das três situações é parecidíssima, bem como seu tratamento, que requer o uso de analgésicos, anti-inflamatórios e fisioterapia.

Receba dicas e novidades para melhorar sua saúde

Assuntos relacionados