Por que a fibromialgia tirou Lady Gaga do Rock in Rio? - Dra. Ana Motta e Equipe

Siga-nos

Por que a fibromialgia tirou Lady Gaga do Rock in Rio?

Doença que causa dores difusas em músculos, tendões e ligamentos ainda tem causas desconhecidas e atinge principalmente mulheres.

Na última semana, os fãs brasileiros da cantora americana Lady Gaga foram surpreendidos com o cancelamento do seu show no Rock in Rio. Lady Gaga, cancelou a sua apresentação na véspera da primeira noite do festival, na qual ela seria a principal atração do evento. Nos fãs, após a decepção e frustração, cresceu o sentimento de preocupação com a cantora com a divulgação do motivo do cancelamento. Lady Gaga estava sofrendo com fortes dores por causa de uma doença crônica, a fibromialgia.

Imagem: Shutterstock

Com suas causas ainda desconhecidas, a fibromialgia (também conhecida com Síndrome da Dor Generalizada) é uma doença que atinge aproximadamente 5% da população mundial e acomete principalmente mulheres entre 30 e 50 anos. Ela se caracteriza pela incidência de dores difusas em músculos, tendões e ligamentos. Acredita-se que uma desregulação da área do cérebro responsável pela sensação de dor acabe tornando o corpo extremamente mais sensível a ela, fazendo com que o paciente sinta fortes dores por longos períodos sem necessariamente possuir uma lesão.

O diagnóstico pode ser consumado se, ao ser avaliado, o paciente reportar dor ao toque em pelo menos 11 de 18 pontos específicos do corpo. A maior parte destes pontos estão localizados em articulações e no pescoço. Além das dores, outros sintomas menos aparentes podem indicar um quadro de fibromialgia, por isso, ao perceber pequenas dores pelo corpo que se estendem por longos períodos, passe a observar também a presença de alterações no sono, fadiga, formigamentos, falta de memória, ansiedade e falta de concentração.

A doença não tem cura mas pode ser controlada com medicamentos, exercícios físicos e fisioterapia. Outro mito relacionado à fibromialgia é que o paciente não pode fazer exercícios ou fisioterapia devido às fortes dores. Na verdade, as duas atividades são importantes recursos para amenizar estes sintomas. Durante a atividade física, nosso corpo libera endorfina, hormônio do crescimento e outros neurotransmissores para o nosso sistema nervoso, eles possuem ação analgésica e protegem os músculos. Já a fisioterapia com os seus exercícios de alongamento, hidroterapia, massagem e eletroterapia, tem a função de melhorar o funcionamento cardiorrespiratório do paciente, diminuir a dor, melhorar o sono e combater a fadiga.

Leia mais sobre os prognósticos da fibromialgia no nosso texto anterior sobre este assunto. E se você apresenta alguns dos sintomas mencionados, procure um reumatologista para investigar a possibilidade. Caso já tenha o diagnóstico da doença, entre em contato conosco para proceder com o tratamento com fisioterapia.

Receba dicas e novidades para melhorar sua saúde

Assuntos relacionados