A importância da fisioterapia para crianças - Dra. Ana Motta e Equipe

Siga-nos

A importância da fisioterapia para crianças

O mês das crianças é o momento ideal para chamar atenção dos pais para os benefícios que a fisioterapia oferece para o desenvolvimento das crianças.

Alguns estudos afirmam que até 60% dos meninos e 70% das meninas já sofreram com dor nas costas antes de completar 15 anos de idade. A origem da maioria dos casos está relacionada à má postura durante as tarefas básicas do cotidiano infantil: a posição como senta na carteira da escola ou em frente ao computador, o excesso de peso na mochila, o jeito desajeitado como elas costumam deitar no sofá para assistir TV ou jogar videogame. Vícios cultivados desde a infância que apresentam consequências já na adolescência. Porém, tudo isso pode ser evitado com ajuda especializada, em uma ação preventiva que pode começar já nos primeiros meses de vida: a fisioterapia.

Imagem: Shutterstock

Em primeiro lugar, é preciso dizer que tratamentos fisioterapêuticos não lidam somente com pessoas doentes. Na verdade, o trabalho com crianças tende muito mais para o auxílio no desenvolvimento motor e na prevenção em relação a aquisição de hábitos prejudiciais. Com os bebês, a fisioterapia desenvolve melhor as funções motoras, corrige rapidamente possíveis problemas de marcha (quando o bebê começa a andar) e pode ajudar, inclusive, a resolver problemas respiratórios.

Já com crianças maiores, o trabalho preventivo pode ser feito com a  Reeducação Postural Global (RPG), orientando os pequenos sobre a importância de manter hábitos posturais saudáveis em qualquer situação. No caso de pequenos atletas, a fisioterapia é ainda mais importante, pois tem papel determinante no fortalecimento da musculatura e capacidade corporal do indivíduo, afastando a possibilidade de lesões durante a prática do esporte.

Agora que você já conhece alguns dos benefícios da fisioterapia para a saúde e qualidade de vida de seus filhos, atente também para a saúde deles verificando sempre o peso da mochila. O ideal é que ela não ultrapasse 10% do peso do seu filho. Procure também desenvolver alguma atividade física em família: correr, pedalar e caminhar são ótimas maneiras de começar a plantar nas crianças a importância de manter o corpo sempre em movimento.

Quer saber mais sobre como a fisioterapia pode ajudar no desenvolvimento do seu filho ou filha? Entre em contato conosco agora mesmo e marque uma avaliação. E continue acompanhando o nosso blog para ficar sempre por dentro de dicas com esta, além de outras informações que podem lhe ajudar a viver melhor sempre.

Receba dicas e novidades para melhorar sua saúde

Assuntos relacionados